“O EMPREGO”
     

    Servir ou ser servido?
    Ser simples servo do seu serviço
    Somente sombras do sonho perdido
    Alma oca num corpo maciço

    A essência se perde
    A rotina nos consome 
    Empregado emprega a dor 
    Pra de grão em grão enganar a fome

    Se preocupar com o próximo tornou-se heresia
    Nessa perspectiva de modernidade que a esmo nos guia
    Avançar é encher a agenda de tarefas pro próximo dia
    E que se dane a mente vazia.

    Tempo é dinheiro pra levantar a auto estima
    Trabalho inconsciente que nos alicia
    E conduz a humanidade pra própria ruína 
    Sem afeto, sem laços, nossa sina

    Relações humanas enfraquecidas
    Materializa a ação da pobre vida
    De quem objetiva sucesso e conquistas
    Mas aos poucos, objeto vira.


     -Allê Trindade-

                         “ÂNIMO”

    Animado é aquele que apesar dos pesares
    Segue alegre, contente e disposto.
    Animando e alegrando quem o encontra
    Sempre com um sorriso no rosto.

    Ânimo que encoraja e estimula
    Força de vontade e motivação
    Para os que continuam amando e cuidando
    Com pleno respeito e apreciação

    Sinta-se amado e querido
    Saiba dar valor ao que importa
    Preze por quem corre ao seu lado
    E não espere pela luz do Sol na sua porta

    Faça do seu ensino e da sua vida
    Um caminho de construção
    Oriente, instrua e aprenda 
    Fazer educa a ação

    Ensinando e praticando
    Acertos e erros virão
    Fazem parte da jornada
    Apenas siga em sua missão

    Doando e compartilhando conhecimento
    Idealizando propagação
    Sacrifícios são pequenas escolhas
    Dentro da auto realização

    Dominando conteúdos
    Adquirindo experiência
    Aprendendo e estimulando
    Valores de existência

    Somando ideias e juntando forças
    Com otimismo e dignidade
    Produzindo e crescendo
    Com eterna caridade


      - Allê Trindade -